Um dia fundamental – Vida longa ao Quilombo do Bracuí!

No dia 7 de junho de 2018 estive em Angra dos Reis para acompanhar a abertura dos trabalhos da Comissão da Verdade da Escravidão em Angra dos Reis, cujo centro da discussão era o Quilombo Santa Rita do Bracuí. Na parte da manhã, a audiência aconteceu na OAB e, na parte da tarde, na Câmara dos Vereadores.  A filmagem completa da audiência pública pode ser acessada aqui.

na oab

Foi renovador e motivo de muita alegria acompanhar, na Ordem dos Advogados do Brasil e na Câmara, o reconhecimento público, na cidade, da divida histórica do Estado brasileiro com a comunidade  do Bracuí. Uma dívida que envolve os crimes de escravização ilegal, após os tratados de 1831,  a não legalização das terras recebidas pela comunidade após a doação do antigo senhor, em 1878, e a negação dos direitos quilombolas desde a autodeclaração em 1999.

20180607_145305

Conduzida por Marilda de Souza Francisco, a comunidade, representada especialmente por seus jovens, estava presente. Suas intervenções foram  marcantes, transformando aqueles distantes espaços de poder, em casas realmente do povo negro e quilombola. Como historiadoras e educadoras, parceiras da comunidade há pelo menos 10 anos, eu, Hebe Mattos, Elaine Monteiro e Keila Grinberg, pudemos verificar, de forma profunda e gratificante, os melhores sentidos do saber produzido na universidade.  Poucas são as ocasiões em que podemos sentir e viver a força de nossa pesquisa e trabalho de extensão ao lado de comunidades negras e quilombolas.  Obrigado Bracuí, por mais essa parceria!  A Universidade continuará presente!

na camara2

A participação de advogados, vereadores, professores e pesquisadores de diversas instituições, como UFF, UFRRJ, UFRN, Estácio de Sá, Secretaria estadual e municipal de educação, selou  um compromisso bastante amplo de apoio às demandas do Quilombo e de fiscalização e denúncia das injustiças e violências que a comunidade tem sofrido, ao longo do tempo, em relação aos seus direitos básicos à educação, saúde e segurança. A principal vitória foi a própria instalação da Comissão da Verdade, sob a proteção da OAB e coordenação da Dr. Edna Aparecida da Silva Neves, que centralizará as futuras ações de defesa da comunidade.

Mas o momento mais emocionante, sem dúvida,  foi proporcionado pela  entrada dos jovens jongueiros com suas palmas,  vozes, versos de jongo e sons do tambor, interrompendo a audiência na OAB e na Câmara. A força de sua presença e expressão deram a certeza a todos que ali estavam que aquele dia seria mesmo fundamental. Certamente,  jamais será esquecido pelas novas gerações.  A força da comunidade, desde o século XIX, foi exatamente nunca esquecer seus sofrimentos e seus direitos, tanto a herança recebida em terras, como aquela recebida em tradição oral e versos de jongo. O orgulho quilombola se expressa exatamente na vigorosa memória de um passado de muitas lutas. Marilda, como não poderia deixar de ser,  fez questão de lembrar e fazer presente toda a força dos antigos griots da comunidade.

jovem na câmara

Deixei para o final a informação de que na véspera das audiências a escola quilombola da comunidade havia sido atacada e danificada, como foi noticiado em várias redes sociais. Estávamos todos muito sensibilizados e abalados no dia 7, tanto pelo acorrido, como  pela oportunidade de estarmos ali, no centro dos poderes constituídos de Angra dos Reis, e vermos a defesa e a proteção da escola pública quilombola na pauta do processo de reparação.  A escola já está de pé, mesmo com a dor de todos os seus docentes, funcionários, pais e alunos; por sua vez, a comunidade do Bracuí inaugurou, no dia 16 de junho, a Arca das Letras, uma biblioteca itinerante. Esse é o Bracuí!!! Muita força, axé e resistência em sua longa história de sofrimento, luta e esperança num futuro melhor.

Estamos juntos!! Vida longa ao quilombo de Santa Rita do Bracuí!!

tambor na cãmara

Deixe um comentário

Arquivado em remanescente de quilombo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s