Kumbukumbu: África, memória e patrimônio

Sem palavras, republicamos o post festivo de 2014, em memória do Museu Nacional do Rio de Janeiro, desaparecido nas chamas neste 2 de setembro de 2018. Uma tragédia indizível para a história da cultura brasileira.

conversa de historiadoras

Significado da palavra kumbukumbu:

“KUMBUKUMBU é uma palavra swahili que significa memória ou recordação. Como a história é considerada o estudo do passado, historiadores recolhem fatos do passado de diferentes fontes. Todas as coleções e documentações dos acontecimentos passados reunidas formam um MUSEU, que basicamente significa KUMBUKUMBU. As exposições dos museus são usadas para mostrar as memórias e as coleções de acontecimentos passados. KUMBUKUMBU evoca a dimensão do passado que nos aponta um caminho para o futuro.”    Gatera Mudahizi Maurice, Tanzânia

Quem está antenado com as novidades na nossa área de interesse já sabe do que se trata o post de hoje, a nova exposição sobre a coleção de África do Museu Nacional, que será inaugurada no próximo dia 14 de maio, às 16 horas. Graças ao trabalho minucioso e apaixonado da historiadora Mariza Soares, Kumbukumbu traz a público um pequeno tesouro que ficou muitos anos…

Ver o post original 636 mais palavras

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “Kumbukumbu: África, memória e patrimônio

  1. Maria do Carmo S. Da Costa Mattos

    Excelente artigo e muito elucidativo ! Nós leigos agradecemos aos historiadores.

Deixe uma resposta para Maria do Carmo S. Da Costa Mattos Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s