Aula 2 está no Blog! Na próxima semana: Cultura e Diáspora Negras na Escola de História da UNIRIO

Querides todes que seguem o blog,

O post da semana é louvação da nossa incrível parceria com o canal da Escola de História da UNIRIO durante este tempo de infinita quarentena.

Nesta segunda, o Quarentena com a Escola de História – Unirio contou com a presença de Martha Abreu, fundadora do Blog e professora visitante naquele programa de pós-graduação nos últimos dois anos. A palestra está gravada no canal da Escola de História. Quem perdeu, não deixe de conferir Martha falando sobre seu último livro, “Da senzala ao palco: canções escravas e racismo nas Américas, 1870-1930” (Unicamp). O Quarentena com a Escola de História acontece toda segunda feira às 17h no YouTube da Escola de História da UNIRIO. — em UNIRIO.

Na quarta, 19/08, também às 17 horas, a terceira aula do nosso curso Emancipações e Pós abolição: por uma outra história do Brasil, coma Profa. Ynaê Lopes dos Santos (UFF) e o tema Cidades escravistas e diáspora negra no Atlântico.

Segundo Ynaê Lopes dos Santos, professora de história da América da Universidade Federal Fluminense,

Ynaê Lopes dos Santos

“as cidades escravistas são espaços privilegiados para analisar as dinâmicas e complexidades da escravidão negra nas Américas. Nessa aula pretendo examinar como as grandes cidades escravistas das Américas, com foco nas duas maiores (Rio de Janeiro e Havana) foram espaços nos quais era possível observar a força e a escolha pela escravidão, mas também espaços de luta e resistência cotidianas, nas quais os sentidos da escravidão e da liberdade eram ressignificados pelos diferentes sujeitos históricos.”

Por fim, deixamos aqui registrada a segunda aula, de Keila Grinberg, com sua bibliografia, acompanhada por mais de 1300 pessoas ao vivo.

Aula de Keila Grinberg – UNIRIO

Cada uma de nós adorou a aula, tristemente atual em um dia em que uma autoridade do judiciário brasileiro havia condenado alguém fazendo considerações sobre “sua raça”. Foi um excelente debate, saímos todas com a sensação de missão cumprida:

A proibição do tráfico atlântico de africanos escravizados e o pacto pela escravidão

Profa: Keila Grinberg

Referencias:

Banco de dados: Voyages: The Trans-Atlantic Slave Trade Database, https://www.slavevoyages.org/. (banco de dados sobre o tráfico de africanos escravizados; disponível também em português).

Bibliografia:

– Alencastro, Luiz Felipe. “Cotas: parecer de Luiz Felipe Alencastro ao Supremo Tribunal Federal, em 04 de março de 2010”. Disponível em https://fpabramo.org.br/2010/03/24/co…

– Alencastro, Luiz Felipe, “O pecado original da sociedade e da ordem jurídica brasileira”, Novos Estudos Cebrap, no 87, São Paulo, Julho 2010. http://dx.doi.org/10.1590/S0101-33002…. Disponível em https://www.scielo.br/scielo.php?scri….

– Berbel, Marcia; Marquese, Rafael e Parron, Tamis. Escravidão e Política. Brasil e Cuba, 1790-1850. São Paulo: FAPESP/HUCITEC, 2010.  

– Bethell, Leslie. A abolição do comércio brasileiro de escravos. Brasília, Senado Federal, 2002. Disponível em https://www2.senado.leg.br/bdsf/handl…

– Chalhoub, Sidney. A Força da Escravidão: ilegalidade e costume no Brasil escravista. São Paulo: Companhia das Letras, 2012. – Constituição Política do Império do Brasil (de 25 de março de 1824). Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/…

– Dantas, Monica Duarte (org.). Revoltas, Motins, Revoluções: homens livres e libertos no Brasil do século XIX. São Paulo. Alameda, 2011.

– Ferreira, Frederico Antonio, “O tráfico brasileiro de cativos na foz do rio Congo 1780 a 1930: entre velhos e novos paradigmas”, Revista Territórios e Fronteiras, vol. 10, no 1 (jan-ju 2017), 25-46.

– Fischer, B; Grinberg, K. ; Mattos, H. Direito, Silêncio e Racialização das Desigualdades nas História Afro-Brasileira. In: Alejandro de la Fuente; George Reid Andrews. (Org.). Estudos Afro-Latino-Americanos: Uma Introdução. Buenos Aires, CLACSO: 2018. http://biblioteca.clacso.edu.ar/clacs…

– Grinberg, Keila. O Fiador dos Brasileiros: cidadania, escravidão e direito civil no tempo de Antonio Pereira Rebouças. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002. – Grinberg, Keila. Liberata, a lei da ambiguidade: as ações de liberdade da Corte de Apelação no Rio de Janeiro no século XIX. Rio de Janeiro, Relume Dumará, 1994. Disponível online em http://www.bvce.org.br/DownloadArquiv….

– Grinberg, Keila. “Slavery and International Relations in 19th century Brazil”. Oxford Research Encyclopedia of Latin American History, Julho 2020. DOI: 10.1093/acrefore/9780199366439.013.814 . Disponível em https://oxfordre.com/latinamericanhis…

– Grinberg, Keila. “The Two Enslavements of Rufina: Slavery and International Relations on the Southern Border of Nineteenth-Century Brazil.” The Hispanic American Historical Review, 96, vol. 2 (2016): p. 259-290. https://doi.org/10.1215/00182168-3484173

– Lima, Ivana Stolze. Cores, marcas e falas. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2003. – Mamigonian, Beatriz G. Africanos Livres: a abolição do tráfico de escravos no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

– Mattos, Hebe. Escravidão e Cidadania no Brasil Monárquico. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.

– Mattos, Hebe. Das Cores do Silêncio. Campinas: Editora da UNICAMP, 2013.

– Mattos, Hebe. “Identidade camponesa, racialização e cidadania no Brasil monárquico”. Revista Almanack USP 3, 2006, doi: https://doi.org/10.11606/issn.1808-81…. Disponível em http://www.revistas.usp.br/alb/articl…

– Mattos, Ilmar Rohloff de. O Tempo Saquarema: a Formação do Estado Imperial. 5. ed. São Paulo: Hucitec, 2004.

– Nabuco, Joaquim, O Abolicionismo (1883). Petrópolis, Vozes, Petrópolis, 1977.

– Oliveira, Maria Luiza Ferreira de. “O Ronco da Abelha: resistência popular e conflito na consolidação do Estado nacional, 1851-1852”, Almanack USP 1, 2005, foi https://doi.org/10.11606/issn.1808-81… . Disponível em http://www.revistas.usp.br/alb/articl….

– Parron, Tamis. A política da escravidão no Império do Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

– Rodrigues, Jaime. O infame comércio: propostas e experiências no final do tráfico de africanos para o Brasil (1800-1850). Campinas: Editora da Unicamp / CECULT, 2000.

– Rodrigues, Jaime, “O tráfico de escravos e a experiência diplomática afro-luso-brasileira: transformações ante a presença da corte portuguesa no Rio de Janeiro”, Anos 90, v. 15, n. 27 (2008), 107-23.

– Salles, Ricardo. Nostalgia imperial. Escravidão e formação da identidade nacional no Brasil do Segundo Reinado. Rio de Janeiro: Ponteio, 2013.

– Souza, Adriana Barreto de Souza e alii. “Pacificar” o Brasil: das guerras justas às UPPs. São Paulo, Alameda, 2017.

3 Comentários

Arquivado em história pública, historiografia

3 Respostas para “Aula 2 está no Blog! Na próxima semana: Cultura e Diáspora Negras na Escola de História da UNIRIO

  1. Chrisna Bittencourt Vieira Dutton

    Oi, boa noite!
    Tenho acompanhado as aulas do curso, mas estou na dúvida se estou fazendo correto quanto à assinatura da lista de presença… No primeiro dia eu assisti atrasado, então perdi. No segundo coloquei meu nome nos comentários, é apenas isso mesmo???
    Grata, e parabéns pelo curso, cada semana mais incrível!!!

    Chrisna Bittencourt

    • Papo Coletivo

      Oi Chrisna, ficamos felizes que você esteja gostando do curso! A assinatura da lista de presença é feita por um link que fica disponível enquanto cada aula é ministrada.

  2. Marcelo De Chiacchio Guimarães

    As aulas, compreendendo relevantes temáticas, são excelentes, indo bem além do campo histórico, e as referências bibliográficas, as citações, os artigos, vídeos, links, etc., disponibilizados neste também ótimo blog, que não conhecia, permitem o aproveitamento completo do conteúdo das mesmas. As palestrantes são de altíssimo nível. Parabéns!

Deixe uma resposta para Chrisna Bittencourt Vieira Dutton Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s