O Samba Carioca e o legado da última geração de africanos escravizados do sudeste

Para os muito interessados na história social do samba no Rio de Janeiro, disponibilizamos hoje neste post e na biblioteca do Blog, novo texto de Martha Abreu, de título:

O samba carioca e o legado da última geração de africanos escravizados do sudeste.

Trata-se de um texto de 3 páginas, escrito como parte da exposição itinerante Para não perder a memória, D. Zica 100 anos do Centro Cultural Cartola – Museu do Samba Carioca.

A exposição sobre a importância do samba e da liderança das mulheres, especialmente D. Zica, na sua história, irá percorrer 8 escolas públicas em torno da Mangueira,   atingindo mais de 5 mil alunos. O catálago da exposição, que, em breve, divulgaremos, conta com textos de especialistas, imagens de mulheres poderosas, módulos da exposição e com atividades pedagógicas sobre o patrimônio cultural do samba.

O Centro Cultural Cartola, além da organização de eventos e exposições itinerantes, como a de D. Zica, reúne hoje o maior acervo sobre a história do samba carioca, com documentos textuais, livros, fotografias, indumentária, periódicos, monografias e depoimentos. Sob a coordenação de Nilcemar Nogueira, neta de Dona Zica,  o Centro Cultural Cartola foi responsável pela realização do dossiê que conferiu às Matrizes do samba do Rio de Janeiro, partido alto, samba de terreiro e samba enredo, o título de patrimônio cultural do Brasil .

Captura de Tela 2014-08-31 às 19.29.59

2 Comentários

Arquivado em cultura negra, história e memória, história pública

2 Respostas para “O Samba Carioca e o legado da última geração de africanos escravizados do sudeste

  1. Maria de Fátima Tavares Vieira

    Pessoas queridas Fui ao evento do Africa 2015 no teatro Dante barone da Assembleia Legislativa em POA.

    Estava maravilhoso com as palestras dos professores de história Rodrigo woloski, o Digão ,Birá de Literatura e outros.

    Esplendido trabalho de raizes e conscientização. Todos brasileiros são africanos.

  2. Prezados (as):
    gostaríamos de divulgar a entrevista que fizemos com Monarco, que está em: http://www.portelamor.com.br.
    É só entrar no site e clicar na imagem à direita e acima da página. Pedimos que divulguem em suas listas.
    Atenciosamente.

    Paulo Oliveira
    Portelamor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s