Um Dia de Vitória!

Semana passada não teve blog. Estávamos em campo, numa visita intensa e rica como sempre ao Quilombo de São josé da Serra, ao Centro de Referência do Jongo de Pinheiral e ao Quilombo do Bracuí. Foi mais uma viagem de trabalho do projeto Passados Presentes que, com apoio do Edital Petrobras de Patrimônio Imaterial e em parceria com as comunidades, irá sinalizar lugares de memória e erguer monumentos memoriais em cada uma das localidades. No final do texto, uma pequena reportagem visual da nossa visita. A iniciativa busca honrar as vítimas da tragédia da escravização e celebrar o milagre do patrimônio cultural construído em terras brasileiras pela última geração de africanos escravizados aqui chegada.

Começamos pelo Quilombo São José e ali a visita teve um sabor especial. A primeira visita de Hebe ao Quilombo se deu em 1998, há exatos 17 anos, junto ao ITERJ e a Fundação Palmares, para fazer a pesquisa que embasou o relatório de reconhecimento do Quilombo, redigido naquele ano. Anos mais tarde e muitas visitas depois, a emoção foi grande quando a caminho do Quilombo para as filmagens do filme Jongos, Calangos e Folias, já em conjunto com Martha, vimos pela primeira vez, na estrada, uma sinalização oficial de local de interesse histórico – com a indicação Quilombo São José. Parecia que a titulação estava finalmente próxima. Ledo engano.

IMG_5226

Foram precisos mais de 7 anos, como em uma promessa de Folia de Reis, para que o Quilombo entrasse plenamente de posse de seu território, processo que se completou em 30 de abril de 2015, apenas 2 dias antes da nossa última visita. Difícil descrever a emoção de Hebe, ao caminhar com Antônio Nascimento Fernandes até o coração da área que permaneceu por todos estes anos proibida aos quilombolas. O filme que reproduzimos aqui, já circulou amplamente pela internet, mas ficará registrado no nosso blog, como celebração deste momento de vitória.

Frame_SaoJose_Maio2015_8Frame_SaoJose_Maio2015_9Bracui_Maio2015_1Bracui_Maio2015_5Bracui_Maio2015_6Bracui_Maio2015_6Frame_Pinheiral_Maio2015_11

Frame_Pinheiral_Maio2015_1Frame_Pinheiral_Maio2015_5

Fotos 1, 2 e 3 – Quilombo São José; Fotos 4, 5 e 6 – Quilombo do Bracuí; Fotos 7, 8 e 9 – Grupo de Jongo de Pinheiral.

5 Comentários

Arquivado em cultura negra, história e memória, politicas de reparação

5 Respostas para “Um Dia de Vitória!

  1. Mônica Gonçalves

    Estou muito feliz em saber que os quilombolas de São José da Serra conseguiram mais essa vitória!!
    Fiquei realmente emocionada!! Esse povo mora em meu coração!!
    Viva o povo negro de Valença!! Viva São José da Serra!!

  2. Mônica Gonçalves

    Profa. Hebe, como faço para obter maiores informações sobre este fato. Estou finalizando um trabalho de conclusão de curso sobre o quilombo de S. José e preciso de detalhes para alterar o meu texto. E com certa urgência pois meu prazo para entrega está acabando!!
    Grata,

  3. Mônica Gonçalves

    Este território aqui descrito – a Agropastoril São José da Serra e as fazendas de Neusa Ferraz Pinto Viana e Mário Carvalho Pecego- a qual das partes no mapa se refere (do livro editado em 2004 sobre a comunidade, organizado por Marcos André)?
    Desculpa por tanta pergunta!!

  4. Pingback: Memorial Passados Presentes no Quilombo São José | conversa de historiadoras

  5. Pingback: Feliz Ano Novo | conversa de historiadoras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s